Já pensou em colocar crianças e servidores para discutir o orçamento municipal?

O ChegaJunto! promove participação aproximando os pequenos e as pequenas cidadãs dos secretários e secretárias municipais.

Fotos Edição 2016 - LAB.RIO

O exercício acontece em duas etapas: na primeira, as crianças descobrem como funciona a o orçamento participativo por meio de uma simulação que parte de números reais. Atividades pedagógicas e lúdicas são propostas e as crianças são divididas em grupos para distribuir valores fechados em investimentos reais, como capacitação de professores (no caso da Secretaria Municipal de Educação) e reforma de equipamentos públicos (no caso da Secretaria Municipal de Cultura).

No segundo momento, os estudantes têm a liberdade de criar e colocar no papel aquilo que identificam como prioritário para a gestão do Rio. Em seguida, apresentam suas visões e propostas para a cidade aos secretários e secretárias municipais. Após essa apresentação, é a vez das representantes das secretarias comentarem as atividades feitas pelos jovens, explicando a maneira como esses processos de gestão se dão na prática.

No período da manhã o grupo debate com as equipes técnicas e gestoras de diversas secretarias e autarquias. Na parte da tarde o projeto propõe que o grupo conheça de perto instalações, equipamentos e obras municipais que ilustram metodologias e processos relativos à cidade.

Escala de Participação

Escala de Participação

O projeto é de nível 1 - informar, pois tem como objetivo fornecer dados básicos que permitem aos jovens estudantes uma maior compreensão da gestão pública.

Para conhecer, questionar e entender.

Fotos Edição 2015 - LAB.RIO

Na edição de 2016 e os participantes tiveram acesso a Casa Civil, Secretaria de Fazenda, Instituto Pereira Passos (IPP), Rio Resiliente, Secretaria Municipal de Transporte, Secretaria Municipal de Urbanismo, Secretaria Municipal de Obras e Secretaria de Educação e puderam também visitar o Centro de Operações do Rio (COR), VLT da Praça Mauá, o Museu do Amanhã e GEO (Ginásio Experimental Olímpico).

Se tiver esse laboratório ou alguma reunião novamente gostarei muito de ser convidada novamente. Achei sensacional!

Thaiza Gabrielli

A percepção das crianças quanto à relação direta das decisões da Prefeitura com o seu dia-a-dia e com a construção do futuro. Essa percepção é uma semente importante da cidadania.

Marco Aurelio

A participação não é participação enquanto não for inclusiva e não permitir a todos que acessem as decisões políticas. Um grande ponto positivo do projeto é permitir que adultos, de áreas técnicas da Prefeitura, acostumados a fazeres formais, se permitam serem questionados por crianças. A cidade é de todos, inclusive delas.

Ila Ruana

Alguns números

15

Inscrit@s

12

Mulheres

15

Escolas participantes

20

apresentações